comercio encontrado na internet

Como fazer o seu comércio ser encontrado na Internet

Há quem ainda acredite que para quem tem um negócio local – como um mercado, hortifrúti, uma pequena loja, perfumaria, padaria, drogaria de bairro, enfim, um ponto de venda-, a internet não é a melhor alternativa para atrair e, por isso, insistem em investir apenas em planfletos, carros de som e outros recursos que abrangem especificamente a geolocalização de sua loja. Outros acham que ter sua empresa na web custará caro e que não há dinheiro para investir em um site ou outras ferramentas digitais.

Antes de tudo é preciso desconstruir ambas as impressões. Isso porque a internet possui um enorme poder de segmentação, ou seja, permite que você atinja exatamente quem você almeja ter como cliente, seja por cidade, bairro, perfil, gênero, idade, dentre outros. Este fator já é considerável para entender que as ações na internet podem sair tão em conta quanto as habituais – ou até mais “baratas”, considerando a análise do retorno sobre o investimento realizado. Além disso, é possível ter a sua empresa na internet sem custo algum, inclusive. Apesar de restringir as possibilidades, as estratégias sem ônus podem ser bastante efetivas. Mas você sabe como fazer o seu negócio ser encontrado na internet e, assim, atrair mais clientes aumentando as vendas? Veja algumas dicas!

Tenha um site

Quando se pensa em internet, a primeira coisa que vem em mente é ter um site. Isto porque ele funciona como um cartão de visitas ou mesmo o endereço do seu negócio na web. É por ele que, tradicionalmente, novos consumidores o encontram e se informam sobre o seu negócio, localização, dentre outros.

É possível ser encontrado mesmo sem um site!

Não necessariamente é preciso ter um site para ser encontrado na internet. Sabemos que, muitas vezes, este é um investimento que foge da realidade de micro e pequenos empresários donos de estabelecimentos menores. Afinal, além do desenvolvimento do site em si, alguns esforços são necessários para tê-lo bem posicionado nas buscas do Google, por exemplo. Por isso, selecionamos algumas dicas para ter o seu ponto de vendas (PDV) na internet, atraindo mais consumidores e, assim, gerando mais vendas para que o seu negócio prospere!

Google Places

O Google Places é um serviço gratuito do Google Meu negócio. Com ele é possível ser encontrado no maior site de buscas do mundo quando um potencial cliente procura por um estabelecimento em sua região.

A ferramenta é bastante simples e permite que o seu ponto de vendas insira informações de contato, localização – que é vinculado ao Google Maps, serviço de mapas da empresa para encotrar locais e rotas -, compartilhar novidades, imagens e até mesmo responder a comentários dos seus cliente. Para isso,é preciso criar uma conta na ferramentae sempre que o seu cliente clicar em seu estabelecimento durante as pesquisas será redirecionado a uma página no Google+, a rede social da empresa que permitirá um relacionamento com o seu potencial consumidor.

Kekanto

O Kekanto é um guia de serviços. Nele é possível cadastrar o seu estabelecimento, bem como algumas ofertas, além de obter avaliações de seus clientes. Um ponto positivo da ferramenta é que ela funciona como um boca a boca on-line, ou seja, os seus clientes avaliam o seu ponto de vendas e sua rede de contatos toma conhecimento dele. Isto amplia a visibilidade do seu negócio e auxilia para que novas pessoas saibam que o seu negócio existe.

Foursquare

Bem similar ao Kekanto, o Foursquare também permite que o consumidor explore em sua cidade estabelecimentos conforme categorias (mercados, farmácias, perfumarias, hortifruti, dentre outros). Ele permite aos usuários inserir comentários sobre o seu negócio, realizar check-in – o que fomenta a abrangência da visibilidade do seu negócio – e, claro, encontrar seu ponto de venda. A ferramenta também é gratuita e trabalha conforme a localização do GPS do celular do cliente, ou seja, estabelecimentos em Campinas serão visualizados por potenciais clientes da cidade em questão. Para realizar o cadastro, porém, é preciso ter um smartphone ou tablet. Aplicativo é disponibilizado para sistemas operacionais Android, IOS (Iphone), Blackberry e Palms.

Google AdWords

O AdWords é o serviço de publicidade on-line, também conhecido como links patrocinados, da Google em seus site de buscas, o mais utilizado no Brasil e no mundo. É nele, mais de 85% das vezes, onde as pessoas recorrem quando buscam um estabelecimento – e é onde também estará vinculada a sua conta no Google Places para as pesquisas de potenciais clientes.

Para que você entenda na prática sobre o que se trata, vá ao Google e faça uma pesquisa. Os resultados que aparecem no topo e nas laterais da página de resultados, em um box de cor amarela, na grande maioria, são os links patrocinados.
O serviço é pago, mas no sistema Custo por Clique (CPC), ou seja, você só paga se alguém clicar no link do seu anúncio para ser direcionado a uma landing page (página de destino), que não necessariamente precisa ser um site: pode ser redirecionado para uma rede social, por exemplo. O único investimento mínimo é o de ativação da conta, que custa em torno de R$20. Para criar as suas campanhas você pode investir quanto quiser, lembrando que a cada clique recebido um montante será descontado e ele determinará quanto tempo o seu anúncio ficará disponível para as pesquisas.

As campanhas são definidas por palavra-chave, ou seja, você pode trabalhar termos bastante específicos para segmentar quem encontrará o seu anúncio. Exemplo: hortifruti no bairro Vila Mariana em São Paulo. São os chamados termos de calda longa, que especificam exatamente a pesquisas que você gostaria de ser encontrado, o que otimiza também os investimentos. Além disso a ferramenta disponibiliza recursos avançados de segmentação.

Para negócios locais, por exemplo, você pode utilizar a segmentação “Raio em torno de um local”, também conhecida como “Segmentar um raio” ou “Área de segmentação por proximidade”. Nela você opta por mostrar os seus anúncios a potencial clientes que estão a determinada distância de sua empresa.

O mais indicado, contudo, é contar com profissionais especializados para realizar a campanha. Afinal, eles possuem conhecimento estratégico para otimizar os recursos financeiros investidos e o retorno da ação.

Redes Sociais

Já citamos o Google+ ao falar do Google Places. Mas o Facebook, a maior rede social com número de usuários ativos no Brasil e no Mundo, é também uma excelente possibilidade para o seu negócio.Ele permite a criação de uma página local ou Negócios locais que é ideal para pontos de vendas com este perfil. Isto porque ele permite todo o relacionamento, inserção de informações, compartilhamento de ofertas e até mesmo o investimento em anúncios segmentados para atrair novos clientes à sua loja. A criação da página é gratuita, mas o serviço de anúncios é pago – também no modelo CPC, onde você arca com os custos apenas dos anúncios clicados.

Como você viu, é possível ser encontrado na internet com pouco ou até mesmo nenhum investimento, apesar de sempre ser indicado reservar uma quantia para investir em publicidade. Principalmente na on-line, que traz mais opções de segmentação, controle e retorno sobre o investimento realizado.

E você, o que faz para ter o seu comércio encontrado na internet e, assim, atrair mais clientes a ele? Tem alguma dúvida sobre como utilizar alguma das ferramentas que indicamos? Compartilhe-as nos comentários abaixo. Podemos esclarecê-las ou até mesmo torná-la um dos assuntos para próximos encontros aqui no blog!

Fique por dentro dos nossos conteúdos semanais!
Fique tranquilo, nunca enviaremos spam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *